Principais fatores que influenciam o preço de site

Saber os fatores que influenciam o preço de site é um trunfo que você tem para negociar um preço justo no desenvolvimento de um site por uma agência digital, uma agência de marketing ou até um freelancer em webdesigner.

Principais fatores que influenciam o preço de site

Um site institucional é um dos principais ativos da sua empresa, por que está relacionada diretamente à percepção que seus clientes e visitantes tem da sua marca através deste site, além de ser a sua principal ferramenta de marketing e vendas.

Portanto, investir na criação de um site deve ser uma prioridade para sua empresa.

Claro que mesmo sendo prioridade queremos obter o melhor preço de site. Saber quais os fatores deixam o preço do site alto te ajudará a obter um custo mais baixo, sem perder a qualidade no desenvolvimento do site.

Importante: Vamos nos pautar somente em sites criados através do WordPress que é a ferramenta mais usada por agências, webdesigners e programadores.

Mão de obra: o principal fator do preço de site

A composição de preço de site envolve basicamente uma variável: mão de obra! Um site é um produto digital que no seu desenvolvimento utiliza serviços de um designer, programador e em algumas vezes um redator / jornalista também.

Portanto, quanto mais exigir destes profissionais, mais tempo será necessário para desenvolver o site da sua empresas e maior será o custo para criá-lo.

Claro que outros valores estão embutidos no preço como infra-estrutura da agência digital, local e prazos, mas de longe a mão de obra é o que mais pesa no custo de um site.

Quanto mais complexo for o projeto, maior o preço do site.

Mas onde essa mão de obra é aplicada afinal?

1- Criação do layout do site (design)

Quando você decide criar um site e já mentaliza como esse site será, sem saber, de uma forma inconsciente você já está definindo o seu estilo.

O estilo de um site profissional está ligado diretamente ao layout (design).  Design não é apenas a aparência do site (cores, formas e fontes), mas também é usabilidade, interface do usuário e arquitetura da informação.

É o designer quem vai projetar o fluxo da informação e a disposição dos elementos do site a fim facilitar a navegação.

O design é extremamente importante, por que é através dele que o visitante decidirá em segundos se navegará pelo site ou se irá embora para a concorrência.

De todos os fatores que compõem o preço de site o design deve ser uma das suas prioridades!

Sites simples

Um site com design “quadradão” como os modelos de sites de corretoras de seguro, advogado ou de uma empresa pequena exige bem menos no design do site, será aplicado menos horas na criação do design.

Sites complexos

Já o valor de um site de moda, de uma agência de marketing, de um arquiteto ou um site de móveis o preço será um pouco mais alto por envolver design elegante, rebuscado e até compra de imagens de alta definição, o que exige mais horas de trabalho.

Acredite, os sites mais simples em design para estes tipos de sgmentos são os mais complexos em sua criação, pois estamos falando de conceitos e não apenas de formas e cores!

Dica: no momento do briefing junto a agência digital informe entre 4 e 5 referências de sites que você considera “altamente” relevante, isso ajudará a reduzir a quantidade de refações no design do site.

2- CUSTOMIZAÇÃO DO TEMA WORDPRESS

A customização do tema wordpress é feita por um front-end (programador ou desenvolvedor), que é a mão de obra mais cara em toda a “cadeia produtiva” do processo de criação de sites.

Com o design do site em mãos o front-end customiza (personaliza) um tema padrão para se parecer com o design que foi criado pelo webdesigner.

Se este design for complexo a quantidade de horas aplicadas será alta encarecendo o preço de site.

Levando em consideração que o salário médio de um front-end está em R$3.639,00 (referência Love Mondays), sendo a hora por volta de R$16,50  e o tempo de customização de um site simples 40 horas (5 dias), esta customização ficaria em torno de R$660,00 para um site simples!

3- CONTEÚDO DO SITE

Se o design de um site é o responsável em “segurar” o visitante nos primeiros momentos da sua visita, o conteúdo é o responsável em fazer este visitante investir alguns minutos e degustar atentamente todas as informações ali disponíveis.

Geralmente um bom conteúdo é criado por um redator, ou jornalista, porém se na sua empresa tiver alguém que possa realizar este serviço, seria o ideal, por duas razões: este conhece bem o seu cliente e os custos serão relativamente mais baixos.

Se o cliente já tiver o conteúdo criado e formatado isso poderá ser um trunfo para o cliente, pois neste caso poderá ter o valor do site reduzido.

Levando em consideração que tanto uma agência digital, quanto um freelancer cobra por hora você terá um bom desconto se tiver todo o conteúdo criado.

Nota: se você adotar a estratégia de atrair clientes através de um blog, é essencial que você contrate um profissional específico para esse fim.

Em um site o conteúdo pode ser considerado um ativo, visto que através dele você será encontrado pelos motores de busca como o Google e recebendo potenciais clientes!

4- LOGO DO SITE

Já o logo é a própria identidade da empresa, ela geralmente dá uma direção para criar o site de forma que as cores e formas estejam relacionadas com o logo.

O preço para criar um logo é caro, então este item deixa o valor de um site bem alto. Uma agência cobra a partir de R$2.000,00 a criação de um logo. Estamos falando de uma agência mediana, ok? O preço pode variar em função do perfil da agência….

Fique atento, ás vezes o forte de uma agência é a criação de sites e não a criação de logos, que são dois produtos totalmente diferentes. Se uma agência precisar terceirizar essa tarefa, ela repassará para você todos os custos e mais a mão de obra e lucro sobre este trabalho.

Portanto, se você já tiver o logo poderá ter um bom desconto no preço final do site.

Dica: caso não tenha o logo, analise a possibilidade de você contratar um freelancer para realizar este serviço, pois os trabalhos de um freelancer geralmente são bem mais acessíveis do que uma agência digital.

Uma outra dica para a criação de um logo é a utilização do serviço online da Wedologos, empresa focada na criação de logos através de designers freelancers, veja abaixo como funciona:

WeDoLogos – Criação de logos por freelancers

5- PLUGINS (CUSTOMIZAÇÃO)

Plugins são módulos ou extensões que adicionam algum tipo de recurso extra ao seu site, como uma galeria de fotos, inserção de áudio / vídeo, mídias sociais, etc.

O custo relacionado aos plugins são dois: o custo de compra de uma licença e o custo de customização deste plugin.

Custo de licença do plugin

A grande maioria dos plugins são gratuitos e possuem funções básicas que adicionam algum tipo de recurso em seu site.

Temos também a versão premium destes plugins que possuem recursos extras. Se você se contentar com as funções básicas não perca tempo em adquirir esta versão.

Caso precise comprar estes plugins, eles podem ser adquiridos apenas comprando uma licença com validade anual ou pagando uma mensalidade.

Outros ainda você paga apenas uma vez e tem atualização “para sempre”, porém o valor é altíssimo!

Abaixo vemos a empresa Gravity Forms que vende plugins em wordpress específicos para a criação de formulários. Todos os valores são anuais.

Tabela de preços da Gravity Forms (formulários)

Custo de customização do plugin

Neste custo está inserido a instalação e a customização. A instalação é até rápida, mas a customização (personalização) destes plugins é um tanto demorada e ás vezes complicada por que podem entrar em conflito com outros plugins ou até mesmo com o próprio tema wordpress.

Este serviço é feito pelo desenvolvedor, que geralmente é um programador. Essa mão de obra é a mais cara entre os profissionais aumentando o custo do site!

Portanto, certifique-se de que o recurso a ser adicionado realmente é importante.

6- MANUTENÇÃO DO SITE

A princípio pensa-se que a manutenção de um site não envolve custos diretos em sua criação, isso é um engano, por que criar um site a fim de que sua manutenção seja prática e segura que pode ser feita pelo próprio cliente, com certeza envolve um trabalho extra por parte do programador.

Por exemplo, se a manutenção for executada pelo próprio cliente, deve-se pensar em customizar o painel de controle do site a fim de exibir apenas as ferramentas básicas de edição e criação de páginas e posts.

Para isso deve-se instalar “mais” plugins ou mexer na programação a fim de esconder demais funcionalidades para que o cliente não altere o layout do site por engano. Isto demanda tempo….

Infelizmente este custo é necessário para o cliente ter liberdade de alterar páginas e criar conteúdos com certa independência sem a necessidade de um programador. Você vai querer isso!

Vale lembrar que neste caso estamos nos reportando a sites criados através do WordPress que é a ferramenta mais usual hoje usada na criação de sites e blogs.

7- HOSPEDAGEM DO SITE (velocidade e segurança)

A hospedagem de site não envolve custo direto na criação de site, mas envolve custos recorrentes (mensais) que devem ser observados.

Acredite, existe muita diferença entre as hospedagem de sites e se você não estiver atento pode perder todo o trabalho feito até o momento. Já teve casos de provedores de hospedagem perderem sites inteiros, acredite se quiser!

A escolha de uma boa hospedagem requer alguns cuidados, embora tenha um milhão de opções, tem muita gente ruim no mercado.

COMO ESCOLHER UMA BOA HOSPEDAGEM?

A dica de ouro que dou sem medo de errar é escolher um provedor americano! As hospedagens americanas são as melhores por oferecerem diferencias que as hospedagens brasileiras se quer sonham em oferecer.

Geralmente as hospedagens americanas oferecem:

1- Hospedagens com preços competitivos em torno de 7 dólares a hospedagem;

2- Suporte extremamente rápido e com respostas precisas que atendem 24 x 7 x 365;

3- Hospedagens seguras e rápidas!

4- Recursos de cacheamento do site (site rapido), migração do site sem custo adicional e garantia de devolver o seu dinheiro se você não gostar do serviço de hospedagem de site oferecido.

Sugiro as empresas Fastcomet (onde hospedamos) e a A2Hosting.

Segue abaixo a Fastcomet onde hospedamos nosso site:


728×90 High-Performance SSD Cloud (animated)

Logo abaixo uma das melhores, A2Hosting com um excelente servidor:
 

CONCLUSÃO

Embora todos os fatores sejam importantes considero o design do site e a customização como os que mais contribuem para um preço de site elevado, em função do tempo de mão de obra aplicado nestas tarefas.

Acredito que o valor total pode ser reduzido com a utilização de temas já prontos em wordpress, pois estes temas já vem com o design e parte da customização já pronta, restando apenas a inserção de conteúdo e um mínimo de personalização.

Talvez a escolha de um tema já pronto não seja a melhor maneira de ter um site, mas com certeza é uma opção viável levando em consideração a relação custo x benefício!

Deixe um Comentário